Feed on
Posts
Comments

 

Noves dentro, o Sarau foi tudo! Noite especialíssima, falas inspiradas e clima delicioso. 

.

3 mosqueteiros do Boato esgrimiram por lá seus talentos: o olhar multi-facetado do meu irmão-amigo Dado, o Tao-te-incrusto do iluminado Justo e a verve-em-pêlo do impenteável Cabelo.
 
Belas-doces-fortes vozes femininas: palavras-casamata de Priscila Andrade e pipas-ao-vento de Paula Cajaty. Pra lembrar que a poesia é fêmea, Afrodite se quiser!
 

.

Falei pela primeira vez meu poemão João, em versão reduzida, porque fiz de memória. Ou quase, tive a ajudinha providencial de minha boa mãe, que ficou de “ponto” na primeira fila… ;o)

.

Surpresa da noite: meu amigo de longa data, Marcos Chrispim, acupunturista seriíssimo, saiu da gaveta, soltou o verbo e arrasou! Antes ele já tinha participado de um sarau virtual, aqui mesmo neste sítio.

A bonita Killiana, dos mil talentos diversos, se lembrou que era poeta e também floriu uns versos.

Quem vem mais?

.

Ao fim, tive o prazer de conhecer o Rui Galanternick, que nos brindou com borboletas e outros altos voos.

Agradeço a todos que foram. Opinião geral: o que é bom merece bis, tris ou mais. Aguardem notícias.

 

 

4 Responses to “Nóvoas do Sarau 9/9/9”

  1. rolou um boato que tinha palavra fêmea, palavra nova e palavra fundamental.
    que o nível era alto, que ninguém subiu no salto, um boato rolou.
    E eu te conto, era boato não, era real!

  2. Queria ter ido… bom que foi bom! Parabéns pelo evento =]

  3. Christiana Nóvoa says:

    Poeta Priscila, vamos ao fato:
    eu também ouvi um boato
    de que você mandou bem no ato!
    Sem falar alto, no tom exato
    para ouvidos de fino trato.
    :)
    Beijos! Gratíssima por sua bela presença nessa poética noite.

  4. Christiana Nóvoa says:

    Leandro, quem sabe não rolam outros? Daí você pode vir, será um prazer. Beijos

Leave a Reply to Leandro Jardim